Adasa lança mapa de áreas irrigadas do Distrito Federal em webinar na AgroBrasília Digital

Adasa lança mapa de áreas irrigadas do Distrito Federal em webinar na AgroBrasília Digital
jul
08
Qua

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa) lançou nesta terça-feira, 7 de julho, em evento virtual da AgroBrasília, mais uma importante ferramenta de apoio ao gerenciamento dos recursos hídricos no DF. É o Mapa de Áreas Irrigadas no Distrito Federal.

Imagens de alta resolução espacial, em diferentes épocas do ano, permitiram localizar áreas irrigadas de difícil identificação. De acordo com o estudo, dos 34 mil hectares de área irrigada, pouco mais de 15 mil hectares utilizam pivôs-centrais. Os dados confrontados com o mapeamento de outorgas identificaram que dos 9.444 registros de concessão, 4.301 são para a irrigação, o que representa 46% das outorgas concedidas. O levantamento constatou ainda que aproximadamente 80% da área mapeada possui autorização de uso da água pela Adasa.

O estudo representa um avanço importante na gestão dos recursos hídricos ao identificar e inserir esses usuários no sistema e em ações para a regularização. Desta forma, o órgão regulador passa a ter melhores informações para garantir a segurança hídrica no DF.

Segundo o diretor da Adasa, Jorge Werneck, o Mapa de Áreas Irrigadas no DF passa a ser o principal instrumento de planejamento e de execução de ações de fiscalização dos Recursos Hídricos e será considerado nos processos de concessão e revisão de outorgas.

O lançamento do Mapa de Áreas Irrigadas no Distrito Federal encerrou webinar da Adasa na AgroBrasília, sobre A Gestão dos Recursos Hídricos no Meio Rural. O evento contou com a participação do diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Oscar Cordeiro; da secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás, Andréa Vulcanis; da diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas, Marília Carvalho de Melo e do presidente do Comitê de Bacia do Rio Preto, Cláudio Malinski, e do diretor da Adasa, Jorge Werneck, além do diretor-presidente da Agência, Paulo Sales, que mediou o debate.

Fonte: Adasa.